Thursday, September 27, 2012

Transferência 26 de Junho 2012



Atrás:  Síster Vicente, Élder Teriipaia, Síster Daniele, Élder Ellis, Élder Dias, Élder Barnett, Élder dos Santos, Élder Skidmore, Síster Withers, Síster Gregory.  Na frente:  Élder Leal, Élder Videira, Élder Almeida.
(Depois de duas meses de recuperação do joelho dele, Élder Barnett voltou pelo campo para completar sua missão!)





Presidente e Sister Swenson:
Queremos expressar nosso amor e gratidão a cada um de vocês, nossos queridos missionários. Nós amamos cada um de vocês muito. Vocês têm sido mensageiros celestiais para inúmeras almas, e muitas delas já aceitaram o convite do Senhor a segui-Lo. Outras delas foram preparadas por vocês para que elas tenham a oportunidade de aceitar o Evangelho no futuro, quando o Senhor enviará uma outra dupla  inspirada de missionários à sua porta. Voces fizeram tanto para ajudar o Senhor com Seu trabalho!  Nunca devem sentir que nao tiveram muito sucesso ou falharam na missão, porque o efeito da sua missão vai continuar a caminhar por anos e anos no futuro!  Que Deus abençoe cada um de vocês por causa do seu serviço maravilhoso e dedicado na Missão Verdadeira!

Durante a missão, cada um de vocês  aprendeu a ser obediente a Deus e como fazer escolhas importantes. Vocês aprenderam como planejar de forma eficiente e eficaz. Vocês aprenderam a amar, e como dizer as palavras "Eu te amo!," e realmente sentir isso. Vocês aprenderam a abraçar alguém e olhar em seus olhos para ver como vocês podem ajudá-los. Vocês aprenderam como enfrentar provações e dificuldades em suas vidas e como superá-las. Vocês aprenderam a sorrir e ter uma atitude positiva, venha o que vier no dia ou na vida. Seus testemunhos do Senhor, da Restauração de Seu evangelho, de um Profeta vivo, e do Livro de Mórmon cresceram imensamente. Vocês aprenderam a ourvir e seguir os sussurros do Espírito Santo.  Vocês aprenderam a confiar no Senhor, e amá-Lo de todo o coração.

Agora é hora de colocar tudo o que vocês aprenderam durante sua missão em prática em suas vidas pessoais após a sua missão. Sejam uma bênção à suas famílias, à suas alas e seus ramos, e à todos que você encontram. Façam as coisas pequenas e simples todos os dias - o estudo das escrituras, estejam  sempre em oração, estejam de serviço, estejam sempre ativos na Igreja, trabalhem duro, estudem muito, criem uma família reta. Honrem a Deus, ao Seu sacerdócio, e façam o seu melhor. Quando vocês encontram provações e dificuldades em sua vida, lembrem-se que o Pai Celestial e nosso Salvador os amam mais do que podem saber. Eles estão sempre prontos para ajudar.  E Sister Swenson e eu sempre os amaremos.


Por favor, manenham contato com Sister Swenson e eu sobre como vocês estão indo! Para receber os nosso e-mails pessoais, podem ficar em contato com Sister Swenson no Facebook dela e ela passará os endereços a vocês.  Prometo responder quando vocês me escrevem!  :-)

Sister Swenson e desejamos que cada um de vocês saiba que amamos o Senhor e sabemos que Deus vive. Nós testemunhamos que Jesus é o Cristo, o Filho Unigênito de nosso amoroso Pai Celestial. Jesus Cristo expiou por nossos pecados e é o nosso Advogado junto ao Pai. Esta Igreja, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, é a verdadeira Igreja de Jesus Cristo. O Livro de Mórmon é verdadeiro. Temos um profeta vivo, o Presidente Thomas S. Monson. Podemos e vamos viver com o Pai Celestial e Jesus Cristo novamente se seguirmos o Salvador e fizermos o que Ele tem nos mostrado que devemos fazer. Nós Os amamos e amamos cada um de vocês eternamente.

                                        
Com Muito Amor, Presidente e Sister Swenson
 



Síster Daniele:
Lembro-me de quando eu e Síster Gregory chegamos a Pelotas, estávamos abrindo área, não conhecemos nada.  Todas as pessoas fecharam as portas para nós naquela primeira semana até conhecemos Dara, uma moça de 15 anos que os Élderes já estavam ensinando. Já tinham falado para nós de que ela queria muito ser batizada, mas sua mãe não autorizou.  Quando visitamos Dara pela primeira vez sentimos um espírito muito forte ao vermos uma jovem com um testemunho tão forte e um desejo gigante ide ser batizada.  Dara lia o Livro de Mórmon todos os dias, e orava todos os dias para que sua mãe deixes se ela ser batizada.  Naquele dia mesmo não conhecendo sua mãe, que nunca encontramos com a Dara nas duas primeiras lições que ensinamos, marcamos uma data de batismo com ela.  Fizemos uma meta de que irmos orar para que ela concordasse com o batismo.  Em um de nossos planejamentos semanais senti o espírito de dizer, convide a presidente das mocas com algumas mocas para visitar a Dara.  Sem combinamos, encontramos sua mãe em casa ensinamos um pouco sobre o batismo e também sobre o poder e autoridade de Deus.  Também falamos sobre o valor que a Dara tinha.  O Espírito foi muito forte, e senti que deveria falar par a mãe do Dara que o batismo dela seria no sábado daquela mesma semana, e que Dara se preparou para seguir Jesus Cristo.  Esperamos para ver o que a mãe do Dara diria. Ela falou o que tanto esperávamos:  vou deixar com ela ser batizada.  Cantamos um hino, e o espírito foi ainda mais forte.  Amo meu Salvador.  Sei que o Espírito está sempre disposto o nos ajudar.  Só precisamos abrir nossos ouvidos e ouvir a voz mansa e delicada.




Síster Vicente:

Quando estava servindo em Ipanema com Sister Michael, nós fizemos contatos com uma mulher que se chama Sonia, ela foi muito simpática e nos deu seu endereço.  No outro dia quando fomos ao endereço dela, encontramos dona Regina.  Falamos que éramos missionárias e perguntamos se podíamos ensiná-la. Ela aceitou, entramos e antes de compartilharmos a mensagem, ela nos mostrou fotos de missionários que haviam passado na casa dela, e que batizaram a mãe dela.  Ela disse que não havia sido batizado porque não tinha tempo.  Então começamos ensiná-la. Mas em um determinado tempo ela disse que nós estávamos perdendo tempo com ela, e que ela não queria receber mais mensagens.  Minha companheira ficou quieta e não disse nada.  Então eu expressei meu amor por ela, falando que nós nos importamos com ela e que o Pai Celestial também.  Perguntei se ela estava lendo o Livro de Mórmon, ela disse que não.  Então eu a desafiei a lê-lo e perguntei se podíamos continuar indo lá.  Quando eu fui transferida ela se batizou e se tivéssemos desistido dela isso não teria acontecido.



Síster Withers:

Quando eu estava em Ipanema, tive uma época parada por causa de problemas no joelho.  Não estava sentindo como uma missionária, mas como só uma pessoa perdendo tempo e espaço.  Um dia, uma irmã da ala convidou a gente a almoçar na casa dela, mas queria também que eu ensinasse Inglês a filha dela depois.  Os Elderes da ala ensinaram a filha dela o dia anterior, então, quando eu estava ensinando (conversando) em Inglês, segui o Espírito e perguntei o que ela entendeu da lição.  Ela teve bastante dúvidas.  Então comecei a explicar para ela a Primeira Lição de novo, mas com minha famosa caneta, que mostra a importância do sacerdócio.  O Espírito foi bem forte.  A mãe dela disse que deixou o Espírito no lar, e eles conseguiram estudar as escrituras naquela noite com entendimento.  A filha foi batizada duas semanas depois.  Me mostrou que o Senhor sempre pode usar a gente, e vai, especialmente quando pensamos que estamos só perdendo tempo, e até hoje, não posso lembrar sentindo o Espírito tão forte.
Élder Almeida:
Uma experiência que marcou minha missão foi quando eu e meu companheiro fomos ensinar uma senhora eleita.  Nós tínhamos planejado ensinar o evangelho de Jesus Cristo e estávamos bem animados.  Chegamos à casa e cumprimentamos a pesquisadora.  Pedi para usar o banheiro e um pensamento veio à mente com clareza que deveríamos ensinar a Palavra de Sabedoria.  Ao voltar para a sala tive um sentimento muito bom ao ver que a pesquisadora conversava com meu companheiro e tinha perguntas sobre o mandamento da Palavra de Sabedoria.  Estávamos em sintonia e recebemos a inspiração do Espírito Santo para ensinar exatamente o que a Senhor queria que a filha Dele ouvisse.  Ela se emocionou na mensagem e a aceitou bem.  Ela disse, “Se isso vai me atrapalhar a seguir eu vou deixar tudo.”  Ela foi batizada em mais ou menos duas semanas e está firme.  Quão importante é ensinar em união.  Sou grato por ter obedecido a voz do Espírito e por meu companheiro ter feito o mesmo. 

Élder Dias:
A Missão!  Que lugar maravilhoso.  Realmente sou muito grato por tudo que vivi aqui.  Uma das grandes coisas que aprendi foi sobre gratidão.  Quando somos gratos por tudo aprendemos mais.  Se formos gratos pelo que o Pai Celestial nos dá, isso mostra mais o nosso amor por Ele, e Ele nos abençoará mais só por causa de nossa obediência e gratidão.  Se formos gratos pela ajuda das pessoas, eles nos ajudarão ou mais.  “Que coisa boa!”
Sou MUITO grato pela expiação de Jesus Cristo.  Isso foi a maior coisa que já aconteceu.  Eu vi o efeito da expiação nas vidas das pessoas muitas vezes durante a missão.  Isso é um MILAGRE INFINITO.  O arrependimento é real!  Eu amo a expiação.  Sempre penso sobre esse sacrifício.  Isso me fortalece.  A expiação foi a minha visão da missão!
Vou ser eternamente grato por vocês!
Élder dos Santos:
Algo que busquei aperfeiçoar durante este maravilhoso e único trabalho foi como compreender e reconhecer melhor o Espírito.  Sinto-me grato pelas experiências concedidas a mim por este mesmo Espírito.  Houve uma oportunidade para trabalhar em trio na cidade do Eldorado do Sul.  Tínhamos um pesquisador muito especial que estávamos acompanhando para ser batizado na semana seguinte.  Ao dirigir-nos até sua residência tive um ­sentimento que ele deveria ser batizado naquela semana, ou seja, uma semana antes da data marcada.  Portanto, confessei aos meus companheiros tal sentimento.  Quando chegamos ao compromisso começamos conversar sobre o que pudesse impedi-lo de ser batizado naquela data.  Descobrimos que naquele dia estaria escolhido para trabalhar e impediria a realização do batismo.  Assim sendo convidamo-lo para ser batizado naquela semana conforme o Senhor havia nos revelado anteriormente.  Sei que o Senhor nos concede o conhecimento que precisamos em beneficio de tua obra e gloria.  Sei que este experiência e verdadeira.  Sei pelo poder do Espírito Santo que Jesus é o Cristo, que nosso Pai Celestial vive e nos ama.  Sei que esta igreja e verdadeira em nome de Jesus Cristo, Amem 

Élder Ellis:
Como eu cresci e fui criado um membro da Igreja, eu sempre pensava que eu sabia muito bem todos os princípios básicos da igreja.   É incrível como a missão ilumina seu entendimento e expande sua compreensão.
Teve um dia que estava fazendo uma divisão com um dos Lideres de Distrito na nossa zona.  Um missionário excelente, e experiente.  Porem estava um pouco cansado e estressado da área e companheiro.  Quando eu cheguei lá eu percebi que ele achava que ia ser um dia para relaxar, pois estava sem o companheiro dele e éramos muito amigo.  A gente passou várias horas andando e parando nas cassas doa membros para “pitstops” e logo já tinha feito 19:00 sem nenhuma lição produtiva.  Eu comecei a sentir mal por não ter ajudado ele como líder dele.  Então sugeri que fizéssemos uma oração.  Fizemos e fomos bater portas.  Depois de 20 minutos de bater portas sem resultado eu percebi que ele estava perdendo esperança.  Na minha cabeça eu clamei com todo o meu coração por só uma lição, e para pedir perdão por não ter trabalhado melhor antes no dia.  Imediatamente eu vi uma casa um pouco distante que senti que era para contatar.  No início, fiquei com medo que a gente ia andar até e não render nada e ele ficaria ainda mais sem esperança.  Porém sobrepujei o medo e fomos.  Quando chegamos uma mulher sorridente e um marido muito bem de vida atenderam a gente.  Foi uma ótima lição.  Ainda nos deram uma referência da Irma dela ao lado, e ensinamos ela.  Também a partir desta experiência minhas orações nunca foram as mesmas.  Agora eu converso com meu Pai Celestial de forma muito mais genuíno, como se eu estivesse perante Ele.

 Élder Leal:
Eu tive muitas experiências com o Estudo Individual na missão.  Uma dessas experiências foi quando eu estava lendo o Livro de Mórmon e decidi parar de ler, mas o Espírito me tocou para ler mais um capitulo.  Então me pediu para que lesse mais um capitulo.  E assim se repetiu até o capitulo 24 de Mosias quando senti que deveria parar.
Então eu não entendi no momento o que aquela impressão significaria.  No almoço a família compartilhou algumas dificuldades.  Eu os ajudei lendo aquela escritura em Mosias 24,  e eles compartilharam os sentimentos de esperança e gratidão que aquela escritura causou neles.  Foi então quando entendi o significado daquela impressão do Espírito.


Élder Teriipaia:
A experiência mais espiritual que eu tive na missão foi quando eu batizei meus primeiros pesquisadores.  Foi um casal.  Eles tiveram muito amor e fé em Jesus Cristo.  Mas eles não sabiam para onde ir.  Quando meu treinador e eu batizamos este casal eu tive uma revelação que eu estava fazendo meu trabalho como um missionário e que Pai Celestial trabalhou em muitas maneiras que algumas vezes nós entendemos, mas eu aprendi que Ele tem muito amor, sabedoria e misericórdia pelos filhos Dele.   Eu sou muito grato pela oportunidade que Ele me deu de servir uma missão porque eu sei que eu nunca vou esquecer deste momento de minha vida e eu vou amar e louvar meu Pai Celestial.

Élder Videira:
Que coisa boa!  Sei que para mim, é um desafio compartilhar uma experiência, já que tenho que definir só um.   Bom é ter me tornado o missionário que disseram ser antes de estar no campo, isso aconteceu!  Mas tudo isso só foi possível vendo observando com meus Pais:  Presidente e Síster Swenson nos comandando com muito amor.
Essa marcou, estou morrendo nesta área, nas minhas primeiras duas ou três semanas que estava na missão, começando, estive aqui com o Elder Dias, já que nossos treinadores estavam sendo treinado.  Durante o dia mais preciso após sairmos da capela, passamos por uma moça na qual senti o espírito de falar com ela, mas não falei.  Isso martelou minha mente toda a missão.  Agora não mais voltei para aqui e graças ao Pai Celestial já pude falar com ela, e ter a confirmação do Espírito Santo de dever comprido.





Recebemos 15 Chegadas Maravilhosas!


Elder Gardner 
 Elder Xavier
 Elder Place
 Elder Perreira
 Elder Horst
 Elder Lazarte
 Elder Separovic
 Elder Aires
 Elder Staples
 Elder Ritz
 Sister Castro

?


 Elder Gull
 Elder Leal
 Elder Hokanson

Saturday, May 26, 2012

Transferência dia 15 de Maio



Élder Morgan
Élder Hunsaker
Um dia eu estava na barra fazendo flexões e eu cai nas minhas costas.  Ai que dor!  Depois,  Élder Ritter me ajudou.  Eu falei que com certeza que eu cai por um propósito.  Fomos ao hospital. Quando estávamos nas cadeiras começamos falar com uma mãe e a filinha dela.  Depois de um tempo de conhecer, ela convidou a gente para casa dela. Ela nos chamou os anjos dela que ela estava esperando para muito tempo.



Élder Lima
Durante estudo em companheirismo, eu e Élder Hanna seguimos a semana que falava sobre marcar batismo e como ajudar as pessoas em suas dificuldades para serem batizadas.  Planejamos e praticamos.  Durante o dia passamos na casa da Vera.  Tínhamos um pouco de dificuldade em fazê-la cumprir a data marcada.  Mas durante a lição pudemos aplicar o que havíamos planejado.  Pude ver também como o Espírito trabalhou durante a lição, apesar de fazer pouco tempo que Élder Hanna estava no campo ele pôde falar o que Vera precisava.  Tivemos a oportunidade de ajudar Vera em seguir o exemplo de Jesus Cristo.


Élder J. Pereira
Eu me lembro na minha primeira área.  Um dia eu e o meu companheiro saímos do almoço, e fomos para um compromisso marcado.  Nós estávamos com muita pressa.  Quando estávamos andando eu senti no meu coração que nós deveríamos bater em uma porta.  Eu fiquei quieto porque nós estávamos correndo. 
Então chegamos no compromisso e ensinamos uma mulher.  Ao sair da casa dela, veio o sentimento que eu e ele deveríamos voltar e bater naquela porta.  Então eu disse para o meu companheiro o que eu tinha sentido.   Fomos para aquela porta e batemos.  Uma senhora abriu a porta e nós recebeu.  Ao terminamos a lição pedimos que ela fizesse a oração.  Ela aceitou.  Quando ela terminou ela começou a chorar e disse que ela tinha sentido uma paz e tranquilidade.  
Eu fiquei tão feliz, por ajudar aquela senhora a sentir o Espírito.  Sei que somos guiados pelo Espírito.  Se nós estarmos pronto e preparado, Ele irá nos mostrar os eleitos.
Eu amo e sempre amarei a missão.  Pela oportunidade de servir ao Senhor.

Elder Oliveira
A maior experiência espiritual aconteceu em mim mesmo.  Recebi um testemunho por meio do Espírito Santo de que o Livro de Mórmon é verdadeiro.  Por ser um membro da Igreja desde pequeno, tive dificuldade em reconhecer se já tinha um testemunho.  Depois de ouvir Sister Swenson falando tantas vezes sobre o Livro de Mórmon, resolvi mais uma vez perguntar ao Senhor.  No começo não tive muita força, mas com tempo, a busca se tornou intensa.
Certo dia estava lendo a Liahona especial sobre o Livro de Mórmon na parte do relato sobre como Joseph Smith recebeu as placas de ouro.  Quando um sentimento muito forte invadiu meu coração.  No começo não entendi o que aconteceu, mas esse sentimento, apesar de diferente me parecia bem familiar e me dizia em pensamento:  O Livro de Mórmon é verdadeiro.  Todos os membros precisam saber que o Livro de Mórmon é verdadeiro.  Sou grato por essa bênção.

Élder Redden
Uma das coisas que aconteceu comigo aqui na missão é que eu realmente aprendi amar as pessoas, e como eu posso deixar o amor do Salvador me motivar para fazer o melhor.  Eu lembro um casal que nós ensinamos por muito tempo.  Quando eu conheci eles, eles tinham muitos desafios e dificuldades.  Eu lembro que foi muito difícil ganhar a confiança deles. Somente depois que nós demonstramos nosso amor e preocupação sincera por eles que eles começaram  a progredir.  Nisso eu realmente pude aprender que muitas vezes as pessoas sentem o amor do Pai Celestial por meio das pessoas.

Sou muito grato por ter tido este tempo aqui.  Eu não vejo como sacrifício, porque eu aprendi muito mais do que qualquer faculdade. Eu ganhei muito mais do que em qualquer emprego. Eu sei que Jesus Cristo vive e que é nosso único caminho para a salvação.

Élder Soderquist
Uma das experiências espiritual que eu tive na missão foi quando eu e Elder Rhodes batizamos uma família na área Cristal.  Foi muito legal ter ensinado e batizado uma família que realmente foi preparada pelo Senhor e colocada em nossa frente.



Élder Suzarte
A maior conversão que tive na missão foi a minha própria.  O meu testemunho cresceu muito mais tenho a convicção de que o Livro de Mórmon é verdadeiro, de que Jesus Cristo é meu Salvador e Redentor.  O maior privilégio nesse mundo é de poder ser um instrumento nas mãos de Deus.  Eu fui, continuarei sendo, e sempre serei, porque a obra não para, ela continua.  Amo esse evangelho.  Amo o meu Salvador.  Sei que Deus comunica-Se conosco hoje por meio de um profeta.  Ele enviou Seu filho Jesus Cristo por amor a todos nós.  Ele nada faz que não seja em benefício do mundo, porque ama o mudo a ponto de entregar Sua própria vida para atrair a Si todos os homens. . . 2 Néfi 26:24.





Élder Wilding
Minhas experiências favoritas foram meus estudos sobre a expiação de nosso Salvador Jesus Cristo.  Lendo, orando, e ponderando sobre esse grande sacrifício recebi revelação linha sobre linha, preceito sobre preceito.  Eu percebi depois alguns meses que eu estava passando uma “grande mudança de coração” e que realmente estava perdendo o desejo para praticar o mal.  O mais que eu buscava, o mais que eu recebi.  Eu ganhei um testemunho do que as escrituras ensinam a expiação nos dá o poder para mudar quem nós somos para alguém melhor.

Élder Young

Um dia eu e meu companheiro estávamos fazendo contatos na rua. No outro lado da rua uma senhora estava carregando sacos de comida.  Nós fomos até ela e oferecemos nossa ajuda para levar os sacos para casa dela.  Ela aceitou e nós começamos a conversar com ela.  Ela começou a falar sobre seu filho que tinha morrido pouco tempo atrás.  Neste momento compartilhamos sobre famílias eternas.  Ela começou a chorar.  Depois nós chegamos na casa dela, ela aceitou uma visita.   Ela não foi batizado, mas neste momento eu entendi meu propósito que nós estamos aqui para ajudar as pessoas a sentir o amor de nosso Pai Celestial e a importância do sacrifício de nosso Salvador Jesus Cristo. 




Chegadas dias 15 e 16 de maio.

(W)
Recebemos cinco missionários com nomes começando com a letra "W" - Síster Wrigley, Élder Wang, Élder Willard, Élder Willmore, e Élder Wright.  Élder Wright e Élder Wang (wong)  Como "right and wrong" em Ingles (correto e errado) .  Mais os dois estão na "Missão Verdadeira".


Síster Tota de Sorocaba, SP está servindo em Ala Um com sua treinadora Síster Campos.


Sister Wrigley de Delta Junction, AK está sendo treinada por Síster Silva na Ala Ipanema.
Élder Aramayo de Oran, Argentina vai ser treinado por Élder Campos na Ala Intercap.

Élder Cordeiro de Francisco Morato, SP, está servindo em Dom Pedrito com Élder Mollerup seu treinador.
Élder J. Souza de Nossa Senhora do Socorro, SE vai ser treindao na Ala Simões Lopes de Élder Goulart.

Élder Mendonça de Cambé, PR está servindo na Ala Alameda por Élder Stephens seu treindador.

Élder Moreira de Planaltina, DF está sendo treindado de Élder Palandi na Ala Laranjeiras.


Élder Pereira de Bauru, SP está servindo na Ala Fatima com Élder Measom seu treinador.



Élder Reis de Salvador, BA está sendo treinado na Ala Gotuzo de Élder Carlisle seu treinador.  Élder Reis é o irmão do nosso missionário retornado Élder Gramosa.  Temos três irmãos de missionários retornados servindo na missão agora mesmo.  Élder Reis,  Élder Ritter, e Élder Emanuel (irmão de Élder Carvalho 2008-2010).

Élder Wang de Sucre, Bolivia está servindo na Ala Dom Pedrito com Élder Barros seu treinador.


Élder Willard de Camano Island, WA vai ser treindado de Élder Bezerra na Ala Vila Nova.

Élder Willmore de Rento, WA está servindo na Ala Montanha com seu treindor, Élder Muniz.


Élder Wright de Bountiful, UT vai ser treinado no Ramo Marina por Élder Rodrigues.